Blog

Superação – Rodrigo Vieira
, ,

Superação – Rodrigo Vieira

 

 

Fé Genuína: A que traz resultados
Existem certos momentos na vida em que precisamos ter paciência e esperança, cada experiência de vida tem consigo um objetivo.
Há momentos de alegria, onde todo cântico é lindo, toda palavra é bem-vinda. Mas existem também os imprevistos e com eles os testes de fé.
E eu te pergunto: Você tem exercitado sua fé? Sabe como usa-la diante de um imprevisto?
E se você descobrisse hoje mesmo um problema sério de saúde? E se depois disso seu casamento fosse abalado porque seu parceiro(a) descobriu um câncer em estado terminal e viesse a falecer? E se ainda, depois disso você entrasse em uma depressão profunda e se encontrasse sozinho diante de todos esses problemas e ainda descobrisse que teria que fazer outra cirurgia para solucionar aquele probleminha de saúde do início, que estava apenas ‘adormecido’?
Como você lidaria com tudo isso? Onde encontraria forças para superar esses contratempos e seguir sua vida de forma positiva?
É a maneira que você olha para o problema que determinará se ele continuará contigo ou irá embora. Onde você foca suas energias é ali que ela vai se desenvolver.
A cura vem de dentro de nós, do exercitar da fé, do trabalhar das emoções. A fé genuína é aquela que traz resultados e é ela que não podemos abandonar. A fé em Deus, a esperança na vitória, na cura.
E a natureza também contribui para isso. Animais, arvores e rios, tem funções terapêuticas. O ar puro renova nossas forças, traz paz e segurança. A mãe natureza, ajuda a fortalecer o eu interior e ensina como contornar os espinhos das roseiras para poder seguir a trilha da vida. A natureza nos traz cura, mas é preciso coragem e paciência para compreender os sinais que ela nos oferece.
Quando buscamos a solução, ao invés de murmurar, tudo se resolve.
E através do depoimento a seguir, você entenderá melhor sobre como a natureza e a determinação de alguém podem mudar totalmente o rumo de uma história e deletar de vez os problemas do passado.

 

Motivação, alegria e superação

unnamedg

Rodrigo tem trinta e cinco anos e trabalhava em uma multinacional. Hoje está afastado pelo INSS. No ano de 2004, Rodrigo descobriu que tinha uma insuficiência congênita na válvula aórtica, de grau severo. Após isso, em exatos três meses passou por uma operação e colocou uma válvula mecânica. Algum tempo depois, o amor bateu a porta de seu coração e ele decidiu se casar. A felicidade reinava sobre os noivos, até que um ano depois do casamento, sua esposa descobriu um câncer no intestino e metástase para o fígado. Buscaram a solução em todos os lados, mas nada resolvera e em quatro anos, sua amada veio a falecer.

Em meio a tudo isso, Rodrigo entrou em depressão e logo em seguida teve seu primeiro AVC (Acidente Vascular Cerebral). Segundo ele, foram os meses mais difíceis e turbulentos de sua vida, no qual dividia seu tempo entre visitas ao consultório de cardiologistas, neurologistas, fonoaudiólogos, fisioterapeutas e psicólogos.

Depois de alguns meses, tudo parecia voltar ao normal, o jovem teve o prazer de viajar pelo Brasil durante dois anos. Mas o que ele não esperava é que anos depois teria novamente um AVC e uma segunda troca de válvula aórtica. Mais alguns anos se passaram e Rodrigo teve uma BAVT, onde seu coração que deveria bater a 60 batimentos por minuto, estava batendo a 30 e caindo cada vez mais. No dia 02/12/2014 os médicos resolveram colocar um marca-passo, por conta das duas operações anteriores. E o resultado foi surpreendente, pois na data de 20/12/2014, Rodrigo estava andando pelas TRILHAS de sua tão querida floresta da Tijuca.

A partir deste dia, a natureza se tornou a melhor amiga deste homem de fé. Que jamais desistiu de seus sonhos, um deles, a cura física e emocional. Hoje ele faz trilhas na floresta da Tijuca, sobe montanhas como o Pico do Papagaio, Pico da Gávea, Pico do Conde e outros. “Faço isso porque gosto e quero ter o verde ao meu redor e a lama nos meus sapatos” disse ele quando questionado por suas aventuras.

ra

Apaixonado por literatura, resolveu se tornar blogueiro, lá ele conta sobre sua história de vida e comenta sobre grandes autores. Já no site amanoza.com.br é possível conferir com detalhes a história de Rodrigo, onde ele publicou seu primeiro livro com o título: “MINHA HISTÓRIA: CORAÇÃO, CÂNCER, DEPRESSÃO, AVC E MARCA-PASSO. SUPERAÇÃO ATRAVÉS DAS TRILHAS DA FLORESTA DA TIJUCA”

Em entrevista para STN, Rodrigo deixou uma dica valiosa:

“Eu acredito muito na fé que a pessoa precisa ter. Mesmo com dificuldades ou desesperanças é preciso ter a fé, que muitos buscam, porém não a enxergam dentro de si. Fernando Pessoa sempre dizia que temos que ter um coração gigante para o mundo e eu o tenho. Coco Chanel dizia que temos que erguer a cabeça para pensar no futuro e eu tenho esse mesmo pensamento. Cora Coralina, com sua humildade e amor no coração, dizia que temos que ser simples e acreditar no amor. Então, levo tudo isso dentro do meu coração. Quem acredita em tudo isso, tem a fé necessária para superar tudo. Existem pessoas que não possuem ainda essa fé e eu estou aqui para isso, para ajudar vocês a descobrirem que a fé é a coisa mais importante do mundo.

Com um belo sorriso você encontrará essa fé e irá superar qualquer coisa, basta querer. Tenha certeza que você irá conseguir. Vale lembrar que é essa fé quem cura nossa alma e coração.”

 

unnamed

 

Quem quiser conferir o dia a dia de Rodrigo, basta adiciona-lo nas redes sociais ou acessar seu blog:

Site: http://rodrigoovieira.blogspot.com.br
Facebook: rodrigo.vieira.353803
E-mail: rodrigoovieira@yahoo.com.br
Palestra Motivacional: (21) 97458-5866

Quer ver sua história no blog STN?
Mande um e-mail para: imprensa@somostodosnos.com.br

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

error: Conteúdo protegido sob direitos da STN.